Comparação Brasil x Turquia: Principais variáveis macroeconômicas

Esse rápido artigo tem o objetivo de ilustrar comparativamente o desempenho das principais variáveis macroeconômicas de dois emergentes que estão sobre forte turbulência: Brasil e Turquia.

Não vamos analisar caso a caso, nem explicar cada movimento, pois a compreensão é imediata para aqueles que acompanham o noticiário econômico dos países.

  • Crise econômica atingiu apenas no Brasil (por enquanto)

  • O risco-país dos dois emergentes andam, naturalmente, muito próximos (mesma tendência), embora no curto prazo cada um tenha sua particularidade. No período recente, o estresse maior é da Turquia.

Agora o Terraço tem Whatsapp! Clique no link e se inscreva: https://bit.ly/2PfZcoT


  • Dado o aumento do risco em ambos países, bem como a conjuntura internacional, a taxa de câmbio está depreciando nos dois países, com destaque para a Lira turca.

  • Inflação turca disparou, reflexo (em partes) do movimento do câmbio, enquanto a brasileira está bem controlada.

  • Uma das consequências do movimento cambial e da inflação é a maior elevação da taxa de juro por parte da Turquia no período recente, ao passo que o Brasil mostrou uma trajetória estável num baixo patamar.

  • O desemprego segue maior no Brasil, dado a crise intensa nos últimos anos. Ainda assim nossa tendência é declinante, diferente do caso turco.

  • Por fim, no caso Fiscal, a situação brasileira é terrível, com trajetória da dívida bruta crescente. Por outro lado, apesar de não ter uma dívida num nível elevado, a Turquia tem uma concentração elevada de dívida externa, o que expõem bastante o país, o que tem resultado na volatilidade recente. Aqui é importante pontuar que usamos a metodologia do FMI, que difere daquela divulgada pelo BC, apenas para a comparação ser possível.

Em suma, a Turquia está numa situação pior que que a brasileira no curto prazo que, dependendo da nossa eleição, poderá iniciar um 2019 muito melhor e se distanciar ainda mais do cenário turco.

Arthur Lula Mota

Editor do Terraço Econômico

Comentários

Sobre Arthur Lula Mota 60 Artigos
Mestrando em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo (USP/ESALQ) e Bacharel em Economia pela Universidade Federal de São Paulo. Já trabalhou no mercado financeiro, auxiliando Mesa de Operações de fundos institucionais e Departamento Econômico com Análise Macro. Gosta de trabalhar na análise de conjuntura econômica, com projeções e discussão de cenário nacional e internacional. Acredita firmemente nos valores da democracia, liberdade e economia de mercado.