Depois na tempestade não vem a bonança

Semanalmente o Banco Central divulga o Relatório Focus, que compila as principais previsões macroeconômicas feitas por bancos, corretoras e consultorias. E desde o fim de setembro começamos a ver certa piora nas expectativas de crescimento da economia brasileira, tanto para 2016 quanto para 2017.

Prever o futuro em economia é algo muito difícil e cercado de incertezas, mesmo com a enorme quantidade de dados que temos em mãos. Assim, na medida em que novas informações vão chegando, vamos adaptando nossas previsões. E, conforme a data para a qual previmos algo vai se aproximando, mais perto do número real vamos chegando.

—————->>> Continue lendo aqui <<<————————

palhuca

 

 

 

 

Devido a um acordo com o Jornal Gazeta do Povo, periódico de maior circulação no estado do Paraná, o Terraço Econômico publica apenas um trecho do artigo, que pode ser lido na íntegra por meio do link: https://goo.gl/sUxHyq

Comentários

mm
Sobre Leonardo Palhuca 99 Artigos
Mestre em Economia pela Albert-Ludwigs-Universität Freiburg (apóstolo de Hayek). Após a graduação trabalhou no Instituto Brasileiro de Governança Corporativa tentando fazer as empresas brasileiras se comportarem. Em vão! Também foi pesquisador o Walter Eucken Institute onde tentou fazer os estados alemães controlarem suas dívidas. Em vão! De quebra, sofreu lavagem cerebral da doutrina do ordoliberalismo para retornar ao Brasil e implantar ideias pouco ortodoxas como: respeito às leis que regem as atividades econômicas, liberdades individuais e pouca intervenção direta do estado na economia (e rigor fiscal, adicionalmente). Interessado em macroeconomia - política monetária e política fiscal - e no buraco negro das instituições.