Idades de Aposentadoria

Economia em Pílula – uma dose rápida de economia no seu dia | por Leonardo Palhuca

 

Como o debate sobre a reforma da previdência está quente e fomos provocados a completar a informação que passamos em um gráfico que divulgamos, fomos em frente.

Desafio aceito: atendendo aos pedidos apresentamos não só a idade média de aposentadoria no Brasil em comparação com outros países, mas também o tempo médio que as pessoas permaneceriam aposentadas a partir de hoje.

Utilizamos o seguinte: idade média de aposentadoria calculada pela OCDE (no caso do Brasil utilizamos cálculos do Ministério da Fazenda que usa a metodologia da OCDE) e a expectativa de vida aos 60 anos por país (mais ou menos a idade de aposentadoria. Ou, passando idades críticas de mortalidade por causas não naturais qual é a expectativa de vida).

Assim, calculamos a média de tempo que um aposentado permaneceria recebendo o benefício caso se aposentasse hoje subtraindo da expectativa de vida a idade média de aposentadoria.

E o resultado?

Bom, a nossa idade média de aposentadoria é a mais baixa da amostra, o que pode ser interpretado como: se começamos a contribuir praticamente na mesma idade que nossos colegas gringos, ficamos menos tempo que eles fornecendo recursos ao sistema. Isso não seria um problema se ficássemos pouco tempo recebendo o benefício (que não deve ser o sonho de ninguém).

O nosso tempo como aposentado não é o mais alto, pois perdemos para a França e empatamos com Itália e Coreia do Sul. Ou seja, além de ficarmos menos tempo contribuindo para o sistema de aposentadorias, ficamos mais tempo somente retirando recursos da previdência.

Estamos começando a pensar que uma reforma é necessária. E aguardamos o próximo desafio!

 

aposentadoria

 

palhuca

Comentários

mm
Sobre Leonardo Palhuca 104 Artigos
Doutorando em Economia pela Albert-Ludwigs-Universität Freiburg. Interessado em macroeconomia - política monetária e política fiscal - e no buraco negro das instituições.