Taxa de juros!

Economia em Pílula. Uma dose rápida de economia no seu dia | por Victor Wong*

               No fim do ano passado, o Banco Central voltou a subir a taxa Selic que desde então vem subindo a passos largos de 0,50% por reunião. A próxima reunião do Copom acontece nessa quarta feira e as declarações mais duras sobre a inflação dos membros participantes na última semana fizeram com que boa parte do mercado aumentasse sua expectativa sobre a duração do ciclo de alta [1]. Esperava-se aumento de 0,25% e agora 0,50%, com pelo menos mais um aumento posterior. Sendo assim, a taxa de juros poderia chegar a 13,5%.

               Considerando a nossa inflação, que está rodando em 8% a.a., teremos uma taxa de juros real na casa dos 5%-6% a.a., a maior taxa de juros real do mundo!  O gráfico abaixo do FMI compara a nossa taxa de juros real com a de outros países. Apesar de ser ainda do ano passado, ele representa bem nossa realidade.

Dados até fevereiro de 2014. Fonte: World Economic Outlook (April 2014) - FMI Note: BRA = Brazil; CHL = Chile; CHN = China; COL = Colombia; HKG = Hong Kong SAR; IDN = Indonesia; IND = India; KOR = Korea; MEX = Mexico; MYS = Malaysia; PER = Peru; PHL = Philippines; POL = Poland; RUS = Russia; THA = Thailand; TUR = Turkey; ZAF = South Africa.
Dados até fevereiro de 2014. Fonte: World Economic Outlook (April 2014) - FMI
Note: BRA = Brazil; CHL = Chile; CHN = China; COL = Colombia; HKG = Hong Kong SAR; IDN = Indonesia; IND = India; KOR = Korea; MEX = Mexico; MYS = Malaysia; PER = Peru; PHL = Philippines; POL = Poland; RUS = Russia; THA = Thailand; TUR = Turkey; ZAF = South Africa.
Fonte: BCB, Terraço Econômico
Fonte: BCB, Terraço Econômico

 

Agora a pergunta relevante é: por que, mesmo com a maior taxa de juros real do mundo, não conseguimos controlar nossa inflação? Algo parece estar errado.. canais de transmissão da política monetária obstruídos?

[1] http://www.valor.com.br/financas/4019348/discurso-do-bc-convence-e-dita-apostas-de-juros-mais-altos

Comentários

mm
Sobre Victor Wong 26 Artigos
Mestrando pela Escola de Economia de São Paulo da FGV. Já trabalhou no mercado financeiro na área de Pesquisa Econômica. Interessa-se pelas questões fiscais e monetárias, além do fator político de cada uma das decisões tomadas no âmbito nacional e internacional. Em outras palavras, a "macro" é com ele! Porém, bons argumentos nem sempre são suficientes para ganhar discussões. Dessa forma, utiliza-se de suas (poucas) habilidades de barman para embriagar as contrapartes. Nada como saber o ponto fraco de seus adversários... 

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Clipping da Semana – 27/04 a 03/05 | Terraço Econômico 2.0
  2. Portal propõe análises sobre economia e política de forma simplificada | Catraca Livre

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*