O Melhor Investimento de Baixo Risco Durante o Dilma I

0
605

Economia em Pílula | por Leonardo Palhuca

 

Qual foi o melhor investimento livre de risco* durante os 4 anos do primeiro mandato de Dilma Rousseff? Prontamente você responderá: Títulos Públicos vinculados à SELIC.

Até ontem você estaria certo. Mas com a aprovação do PL 2569/15 - regime especial de regularização cambial e tributária, o melhor investimento livre de risco* foi colocar uma graninha em uma conta no exterior e repatriar o dinheiro agora. O que chamaremos aqui genericamente de Carne Moída.

Com a desvalorização do Real no período e com a tributação e multa estabelecidas nos termos da lei, vender R$ 100 em carne moída no começo do mandato de Dilma em 2011, enviar este dinheiro ilegalmente para fora em dólares e trazer de volta com o câmbio de 30/12/2014 se mostra um investimento mais vantajoso: rendeu 40.1% após tributação e multa no período, versus 38.5% após impostos da Selic.

E livre de risco*, já que a lei prevê anistia para quem repatriar as divisas. As vezes, o crime compensa.

g
Fonte: Banco Central do Brasil e PL 2596/15. Elaboração própria.

*Não é livre de risco, já que o "investidor" correu o risco cambial. A comparação com a Selic se refere à simulação de comprar uma LFT pós-fixada em 1º de Janeiro de 2011 com vencimento em 30 de Dezembro de 2014 e mantê-la até a data de seu vencimento. O PL 2596/15 ainda não foi aprovado, somente passou em primeira votação na Câmara dos Deputados. Mas vale pela piada, pois a lei (se aprovada) limpa a barra de quem repatriar dinheiro enviado ilegalmente ao exterior com um substancial retorno.

 

palhuca

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here