Condo-Hotel: Cases de Sucesso

Nos últimos artigos da série em parceria com a STX falamos em detalhes sobre o funcionamento, conceitos, tamanho do mercado, legislação e outras informações relevantes sobre o investimento em condo-hotéis. Mas em nenhum deles falamos sobre cases de sucesso, ou seja, empreendimentos que foram idealizados, estruturados, comercializados e que entraram posteriormente em operação, gerando rendimentos para os investidores e mostrando como essa modalidade de investimento pode mesmo ser uma boa ideia.

Esse será o assunto deste artigo. Serão tratados sobre 3 operações de condo-hotel realizadas e que já estão em operação, em 3 cidades diferentes: São Paulo, Rio de Janeiro e Campos dos Goytacazes! Vamos lá!

São Paulo: terra da garoa e do Ibis Styles SP Centro

Fincado no coração de São Paulo, entre as avenidas Prestes Maia e Senador Queiróz, a edificação de 812 m² de área construída fica ao lado da histórica estação da Luz e muito próxima da Pinacoteca e do Farol Santander.

Conta com um lindo jardim de 220 m², repleto de árvores e plantas, que dão um toque de natureza à floresta de concreto da cidade grande. O prédio tem 14 andares e conta com 196 quartos geridos pela rede Ibis, que pertence a Accor Hotéis.

O projeto, que foi concluído no final de 2019, captou R$70 milhões junto aos investidores no modelo de condo-hotéis. Dessa forma, cada quarto pertence a 1 investidor, que detém a propriedade do imóvel, mas cedeu a posse para a rede Ibis para gerir o hotel.

O empreendimento oferece academia, espaço kids, mesa coletiva para coworking no lobby e três salas para eventos. A alimentação fica por conta de seus dois restaurantes. Vale ressaltar que, devido a sua localização no centro, o hotel oferece armários individuais e com senha para os hóspedes que precisarem guardar suas compras uma vez que as ruas 25 de março, Santa Ifigênia e José Paulino podem ser acessadas caminhando.

A tão esperada revitalização do centro da capital paulista agora conta uma opção hoteleira de qualidade reconhecida, afinal, a rede Accor conta com mais de 40 unidades hoteleiras no Brasil, e 20 só em São Paulo.

Rio de Janeiro: cidade maravilhosa e lugar do Days Inn Rio Lapa

Muito próximo ao centro do Rio, esse condo-hotel possui 151 quartos, tem 5.789 m² de área construída e entrou em operação em 2015, portanto antes do início dos Jogos Olímpicos que ocorreram na cidade.

Foram levantados R$ 62 milhões junto aos investidores que adquiriram as unidades em alguns meses. Semelhante ao caso do Ibis Style SP, a ideia era contribuir com a revitalização do centro da antiga capital do Brasil.

O Days Inn Rio Lapa também oferece centro de negócios, sala de reuniões e serviço de catering para viajantes de negócios. É uma boa opção para quem quer ficar no centro do RJ, e muito próximo ao aeroporto Santos Dumont, a pouco mais de 2 km de distância.

O hotel é operado pela rede BHG, que possui 51 empreendimentos no Brasil, entre as suas bandeiras Golden Tulip Inn, Royal Tulip Inn, Tulip Inn, Soft Inn e Days Inn. Só no Rio de Janeiro são 6 unidades da rede atuando na cidade.

Campos dos Goytacazes – RJ: cidade do Petróleo e do Hotel Golden Tulip Inn

Junto com a cidade de Macaé, Campos dos Goytacazes é denominada a Capital Nacional do Petróleo, pois em sua costa encontra-se a maior plataforma petrolífera do Brasil, a P-51 na bacia de Campos. E é lá também que se localiza o Hotel Tulip Inn, com os seus 160 quartos e 13.501 m² de área construída. Foi aberto ao público em 2015.

Na oferta de condo-hotel, foram captados R$85 milhões junto aos investidores, resultando dessa forma num valor médio de aquisição por unidade de R$ 531 mil. É importante ressaltar que esse valor médio pode não ter relação com o valor efetivamente da oferta, uma vez que o empreendimento conta com 2 categorias de quarto: Standard e Superior, que possuíam preços diferentes no prospecto da oferta.

Há restaurante no local, além de estacionamento e salas de eventos e outras facilidades, como academia de ginástica. Assim como o Days Inn Lapa, o hotel é gerido pela rede hoteleira BHG.

Há muito mais para ver

Há outros cases disponíveis no site da STX, além de construções que estão em andamento. É bem interessante observar como uma junção de interesses acaba criando um empreendimento complexo, que conta com uma gama de participantes (investidores, incorporador, ofertante, rede hoteleira, etc).

Neste artigo, falamos sobre cases de sucesso no segmento de condo-hotéis no Brasil. Mas e fora do Brasil, como está esse mercado? Está mais desenvolvido? Há diferenças legais no modelo de oferta dessa investimento?

Esse é o assunto do nosso próximo artigo, então fique ligado!

Arthur Solow

Economista nato da Escola de Economia de São Paulo da FGV. Parente distante - diz ele - do prêmio Nobel de Economia Robert Solow, que, segundo rumores, utilizava um nome artístico haja vista a complexidade do sobrenome. Pós graduado na FGV em Business Analytics e Big Data, pois, afinal, a verdade encontra-se nos dados. Atualmente trabalha com análise e monitoramento de indicadores e possui experiência anterior de dois anos no mercado financeiro, em uma gestora de fundos de investimento.
Yogh - Especialistas em WordPress
Fechar