Desonerações de Dilma e margem de lucro: será mesmo?

Leonardo Palhuca Diretamente de Genebra, Dilma Rousseff em matéria do Estado de São Paulo afirmou que seu erro em política econômica foi ter dado uma enorme desoneração fiscal que não se transformou em maior produção ou menores preços, mas em maiores lucros para os empresários.   Pois bem, vamos aos dados (são 23:45 da noite de um domingo e o Terraço foi atrás disso): [caption id="attachment_9247" align="aligncenter" width="1300"] Fonte: Economática. Elaboração própria.[/caption]   Empresas aumentaram a margem de lucro? O gráfico não parece indicar esse movimento. A não ser que as receitas tenham caído mais que os lucros, as margens (lucro/receita) também caíram vertiginosamente desde as tais desonerações. Difícil. Como dizem: contra fatos, não há argumentos! Prezar pelos dados parece não ser uma qualidade da nossa ex-presidente.              

Leonardo Palhuca

Doutorando em Economia pela Albert-Ludwigs-Universität Freiburg. Interessado em macroeconomia - política monetária e política fiscal - e no buraco negro das instituições. Escreveu para o Terraço Econômico entre 2014 e 2018.
Yogh - Especialistas em WordPress
Fechar